5 de set de 2011

Not anymore

Eu não te amo mais. É uma coisa feia de se dizer, eu sei, mas eu preciso que você saiba. Eu não te amo mais. Por tanto tempo eu desejei intensamente por esse momento e ele chegou com uma paz inexplicável. Um dia eu simplesmente acordei e soube: Eu não te amo mais. Acho que realmente devemos ter cuidado com o que desejamos, porque agora que eu não te amo mais, eu queria te amar de novo. O amor se torna um costume, um porto seguro, aquele casaquinho que temos a mão para o caso de bater um vento frio.

Eu não te amo mais e isso me dá medo. Eu não te amo mais e agora eu não sei o que acontece. Eu não te amo mais e eu quero gritar isso na sua cara, só pra ver o que você vai fazer. Eu espero que você não me ame mais. Assim, cada um segue pro seu lado e vamos ver no que dá.  Mas eu espero que você me ame ainda, só um pouquinho, pra doer lá no fundo do seu coração quando você me ouvir dizer que eu não te amo mais. Mas não me entenda mal, eu espero que você seja feliz. E que ame outra vez na vida. Porque eu não te amo mais e eu não assim tão egoísta.

Eu não te amo mais, mas a gente tentou. Eu tentei. Você deve ter tentado. Eu amei. E espero que você tenha amado. Obrigada por tudo que você me ensinou, pelo que deixou comigo, pelo que levou de mim e pelo carinho. Obrigada, mas não, eu não te amo mais.

2 comentários:

  1. Te juro que não te amo mais, mas mesmo assim o seu texto me bateu no fundo do coração. Parabéns! O texto é muito bom, especial.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, querido! :) Sempre bom receber elogios, ainda mais seus...

    ResponderExcluir